terça-feira, 24 de abril de 2007

Elfitch. ^^

Eu saí de uma comunidade que dizia algo como 'quero um amor para repensar tudo que eu já pensei, sorrir em momentos tristes e alguma coisa relacionada com novos sonhos'... Saí porque, primeiro, era algo extremamente desnecessário de se colocar num orkut. Tudo bem que agora eu estou cheia de frases melosas e, ainda assim, tentando cortar algumas coisas, mas sei lá. Fora isso, fiquei pensando bem e eu já não preciso disso... desse 'novo amor aí'.

Até porque amor não é novo nem velho, nem enfim. Eu fiquei pensando se amor pode ser algo que surge de um dia pro outro, com a convivência e, bem no fundo, gosto de acreditar que tudo acontece antes. Até por isso, quando você acredita que ama a pessoa, tudo ocorre ainda mais perfeito do que o normal. Eu estou falando de casos onde o sentimento é recíproco e, enfim, a coisa é linda.

Não que eu tenha grande base para falar nisso, mas enfim. De fato é legal acordar e pensar 'putz, eu me preocupo com um alguém'. Sem necessariamente aquela coisa mais possessiva do ciúme, sem medos, sem preocupações extras... apenas ter interesse em como tal pessoa está se sentindo. Eu acho isso muito bacana. (Eu falo bacana porque o Renato Russo falava bastante isso e sempre parecia algo muito legal)

Mais do que bonitinhos, eles detalhezinhos transformam a vida da gente. Sim, tem aquele lance de ver as coisas de um modo diferente, com cores mais vivas e reticências. No fundo, mágico mesmo é não conseguir dizer nada. Sentir aquela coisa na garganta e, mesmo assim, não ter palavras. Eu ando sendo tão verdadeira com meus olhos. No fundo, eles são realmente o espelho da alma de uma pessoa. Nem lembro quem disse isso, mas concordo plenamente.

Mais do que aquelas expressões como 'rolar química', 'tentar a física', eu acho superinteressante quando acontece esse lance de afinidade com as almas. Tá, não quero ir muito além dos meus conhecimentos, mas eu realmente me encanto com isso. Na verdade eu não sinto algo como 'nossa, ciclano, parece que te conheço desde outra vida' ou 'putz, fulaninho, vou casar com você'. Eu apenas sinto. Presente. Literalmente. Porque não é preciso determinar um tempo para as coisas acontecerem. Sim, eu ia acrescentar a palavra 'inevitáveis' nisso, mas nem precisaria.

Como já foi dito, não há tempo. O mundo não gira quando um beijo acontece. A magia está justamente aí: basta um abraço para todo o mundo e seus problemas ganharem a mesma importância que nada... tão leve e tão simples. Eu não falo de paixão, aquela coisinha fogosa e impulsiva que arde e depois se desfaz em cinzas; eu falo de Amor, com 'a' maiúsculo.

Claro que falar disso sempre é algo brega e clichê, apesar de sempre estar na moda. Todo mundo quer se sentir amado, quer acordar pensando em alguém que, com certeza, também está pensando nele... todo mundo quer ter o prazer de esquecer das futlidades da vida para se entregar num momento meigo de filme. E, de fato, todo mundo passa a vida se preparando (ou se fechando), para desfrutar dos prazeres que rodeiam a famosa substituição do 'eu' por 'nós'.

Pensando nisso, eu acordei em uma manhã, bem inspirada e lembrando da tarde anterior, e decidi sair da tal comunidade. Vai ver a pessoa que a criou gostaria de fazer o mesmo, mas não quer bancar a babaca e privar os membros de comentarem seu passado de desilusões pelos tópicos de discussão. Todo mundo tem - ou, pelo menos, deveria ter - seu dia de acordar pensando em alguém. Ou dormir. Ou sonhar. E depois tornar tudo realidade.

No fundo, o realismo pode ser bem docinho. Duas mãos juntas, somam o poder de dois corpos... mas de nada custa esquecer disso e não lembrar de mais nada. De mais nada. Ai, esses olhos... :$

3 comentários:

gui¬¬ disse...

Eu já disse que te acho o máximo?

hahahahaha cara, não tem como eu não vir aqui e não me emocionar! Não, não, não de tristeza, mas de saber que tem outra pessoa que pensa exatamente o que eu penso e melhor! sabe traduzir td isso em linhas...linhas que querem dizer muito mais pra vc mesma e muito pra mim. :)

Olha, definitivamente, aquela tarde quente de sábado, qdo eu não tinha nd pra fazer, e resolvi futricar Orkut's alheios e dei de cara com vc, foi um momento de inspiração! Olhei aquela foto, pensei que a menina da foto poderia ser um tanto louca e gostei. E me admirei com o q estava escrito e pensei q essa tal menina deveria receber muitos "oi, posso te add?" todos os dias. E nem levei fé qdo eu add pq pensei q a tal menina nem quisesse rsrsrs

Adoro a garota legal! Ela é minha musa inspiradora
hauahsuahsuashaushaushaushausa

bjokas

depósito de Idéias disse...

Teu texto ficou supimpa. O mais estranho, o mais horrível, é quando percebemos que sempre nos contradizemos, que sempre há um porém que esquecemos de citar, e que todos nós mentimos.

Mas está supimpa, mesmo assim.

=*

[_ivy_] disse...

'sempre' e 'todos nós' são coisas bem relativas. ^^