quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Tribo 2008

Um Grande Amigo
Hoje em dia muito se escreve sobre amigos e amizade. Ditam comportamentos, agradecimentos, à tona centenas de palavras sustentando - numa imposição disfarçada - que amigo é isso ou aquilo, que faz assim ou assado. Para ser meu amigo não precisa falar só na hora certa, ouvir sempre com atenção, partilhar as dificuldades... Tudo sem esperar retribuição. Não quero onerar o meu amigo com a circunstância de um comportamento que às vezes nem eu mesma consigo. Pra ser meu amigo não precisa estar sempre ao meu lado nem contar todos os segredos. Também não precisa emprestar todas as coisas nem amparar todos os meus medos. Cada um tem seu jeito de se sentir, seu tempo de aprender... Sua forma de viver. Se eu aceitar tudo isso em você e você aceitar em mim, então seja bem-vindo! Sua sinceridade faz de você meu grande amigo.
(Rina Mári Furuta)

Por acaso, o textinho estava numa agenda, no dia do aniversário da Anita. :)

Dia da Mentira
Durante muito tempo em minha vida eu me gabava de sempre dizer a verdade. Havia um orgulho pessoal, uma afirmação de algo em que acreditava como um princípio ético fundamental. Hoje reconheço que nem toda a verdade pode ou deve ser dita, porque muitas vezes não vai ser compreendida ou sequer ouvida realmente. Mentir, em alguns contextos pode ser a alternativa mais inteligente diante das circunstâncias.
(Alex Xavier)

Grupos para o pior
As maiores barbaridades que se possa imaginar são cometidas em grupo. Do fascismo à fofoca, do preconceito ao racismo, nada como um grupo que se pretende homogêneo para estimular a intolerância e a crueldade. [...]
(Décio Mello)


Um comentário:

Gui ¬¬ disse...

isso me fez pensar em como não existem verdades absolutas, e como tentamos achar respostas pra tudo, rotulamos tudo, até os sentimentos.